Notícias

2017 marca a 10ª edição da Feira, sob o lema “Por Uma Floresta Sólida e Sustentável”      

O mais importante evento da fileira da floresta decorre em Albergaria-a-Velha, entre os dias 5, 6 e 7 de Maio. 

A feira, que começou por ser anual entre 2002 e 2005, passando a bienal a partir de 2007, tem vindo a consolidar a sua posição no plano nacional e internacional contando, na anterior edição, com a presença de cerca de 230 expositores provenientes de Portugal, Alemanha, Canadá, Eslovénia, Espanha, Finlândia, Holanda e Suécia e perto de 30.000 visitantes.

 O objectivo principal da EXPOFLORESTAL é reunir num mesmo espaço quem produz, transforma e comercializa madeiras e afins com fornecedores de equipamentos, serviços e soluções tecnológicas, clientes da indústria, autarquias, a sociedade civil e todos os interessados numa floresta sólida e sustentável.

 A organização do evento cabe a três entidades, a Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente – ANEFA, a Associação Florestal do Baixo Vouga – AFBV e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Albergaria-a-Velha.

 

Visitantes escutaram o chamamento da Natureza durante o evento que decorreu entre 6 e 9 de Abril 

O encontro do Homem com a Natureza voltou a acontecer durante a ObservaRia – Estarreja Birdwatching Fair numa paisagem única - por ser humanizada -, o Baixo Vouga Lagunar onde se insere o BioRia e habitats de inúmeras espécies animais, algumas das quais ameaçadas e que aqui encontram proteção, casa e alimento. 

Trazer as pessoas a (re)descobrir o espaço natural e a respeitá-lo foi um dos objetivos desta 3ª edição da feira promovida pela Câmara Municipal de Estarreja.   

“Abrimos as portas do BioRia, no Esteiro de Salreu, para 50 kms de percursos especialmente dedicados aos amantes da natureza”, disse Diamantino Sabina, Presidente da Câmara Municipal de Estarreja, na abertura oficial da ObservaRia, sublinhando uma das principais mudanças desta edição, a alteração do local do centro da cidade para junto da vida selvagem. 

Esta ObservaRia ficou igualmente marcada pelo lançamento do documentário "Encontro d’Águas - Segredos da Ria e do Baixo Vouga Lagunar" e que foi exibido no espaço Vida Selvagem, na SIC.

Retrata “a confluência do Rio Vouga com a Ria de Aveiro, que origina este ecossistema único no país. É esse encontro de águas que temos aqui relatado, todas as espécies que vivem cá e a relação das espécies com o homem e a agricultura, que deu origem a este agroecossistema, humanizado e seminatural”, explicou o realizador Daniel Pinheiro. 

O resultado são imagens de uma beleza ímpar e o quotidiano dos animais que aqui habitam, a dois passos do Homem. 

Daniel Pinheiro “entrou” na vida dos animais “mais difíceis de ver no dia-a-dia”, como a lontra, e surpreendeu também quem cá vive, os estarrejenses que não esconderam o orgulho pela riqueza natural que têm aqui ao seu lado.

A projecção da região no estrangeiro foi trabalhada nesta ObservaRia durante uma Fam e Press Trip, em parceria com a ARPT, que trouxe 21 jornalistas e operadores turísticos da Alemanha, Reino Unido e Holanda à região.

Por ter um carácter bienal, a ObservaRia voltará em 2019. Até lá, o BioRia continua a valorizar todo este ecossistema natural, através da sua divulgação e conservação e convidando a desfrutar de um paraíso único em total respeito pela natureza.

 

Orientará o workshop com o tema “Viagem Cósmica Fotográfica”                                   

O astrofotógrafo Miguel Claro, nome recorrente nas fotos do dia da NASA e autor de um trabalho notável, vai estar na ObservaRia – Estarreja Birdwatching Fair, que se realiza em Estarreja entre 6 a 9 de Abril, junto ao Esteiro de Salreu, nos Percursos BioRia.

A sua presença na feira internacional de turismo de natureza do Município de Estarreja terá por objectivo orientar o workshop com o tema “Viagem Cósmica Fotográfica”, no dia 8 de Abril, sábado, às 21h00, na Tenda ObservaRia. 

As inscrições são gratuitas mas obrigatórias através de formulário online.  

As imagens de Miguel Claro têm percorrido o mundo e  sido publicadas em diversos meios de comunicação social, nas mais prestigiadas revistas e em páginas internacionais, como a Astronomy Picture of the Day da NASA. 

Fotógrafo profissional, autor e comunicador de divulgação científica na área da Astronomia, Miguel Claro é também o astrofotógrafo oficial da Reserva Dark Sky® Alqueva e membro da equipa de formadores Fotonature. 

Colabora ainda com a revista National Geographic Portugal, com a Ciel et Espace e com a Astronomy magazine.

 É autor dos livros "AstroFotografia - Imagens à luz das estrelas" e “Dark Sky Alqueva - O Destino das Estrelas”, da editora Centro Atlântico.

 

A campanha foi hoje apresentada no Ministério da Administração Interna                 

A primeira fase da campanha 'Portugal sem fogos depende de todos', promovido pelas empresas associadas ao Movimento ECO, tem início hoje e pretende sensibilizar os proprietários dos terrenos para a importância da sua limpeza.

A campanha foi hoje apresentada no Ministério da Administração Interna e este ano recupera a parceria entre o Governo e o Movimento ECO, projecto iniciado em 2006 com o objectivo de contribuir para a prevenção dos incêndios florestais e sensibilizar a opinião pública para os comportamentos de risco.

A primeira fase da campanha, que vai passar em televisões entre hoje e 16 de Abril, é dedicada ao tema da "limpeza do mato", com o objectivo de sensibilizar os proprietários para a necessidade de limparem o mato a 50 metros à volta da sua casa.

A segunda fase, que vai decorrer nos meses de Julho, Agosto e Setembro, pretende transmitir as atitudes de risco a evitar, como não atirar cigarros para o chão, não fazer fogueiras e não lançar foguetes.

A campanha deste ano de sensibilização não vai transmitir imagens de incêndios florestais, estando centrada nos actos negligentes e é protagonizada por figuras públicas que vão mobilizar os portugueses para comportamentos exemplares.

 

Pág. 1 de 21